quarta-feira, 8 de junho de 2016

São Barnabé - 11 de Junho




Seu nome era José, chamado pelos apóstolos de Barnabé, que quer dizer “filho da consolação”.
O santo de hoje pertenceu a ‘era apostólica’, chamado também de Barnabé apóstolo, embora não tenha pertencido ao grupo dos Doze Apóstolos. Nós encontramos o seu testemunho enraizado nas Sagradas Escrituras, nos Atos dos Apóstolos 4,32ss.
Barnabé evangelizou comunitariamente, e o Espírito Santo contou com ele para que outro apóstolo exercesse o ministério: São Paulo. “Então Barnabé o tomou consigo, levou-o aos apóstolos e contou-lhes como Saulo tinha visto no caminho, o Senhor, que falara com ele, e como, na cidade de Damasco, ele havia pregado, corajosamente, no nome de Jesus. Daí em diante, Saulo permanecia com eles em Jerusalém e pregava, corajosamente, no nome do Senhor.” (Atos 9,27-28)
Escritos antigos dizem que Barnabé passou por Roma, e morreu em Salamina pelo ano 70, por apedrejamento.
São Barnabé, rogai por nós!

São Barnabé

São Barnabé
Apóstolo
culo I

Barnabé não fez parte dos primeiros doze apóstolos escolhidos por Jesus. Mas acompanhou o Senhor e os apóstolos naqueles primeiros dias. Quando assistiu a um milagre realizado por Jesus Cristo, que diante de seus olhos curou um paralítico, aquele bondoso judeu resolveu pedir admissão entre seus discípulos. Aceito, vendeu um campo de plantações que possuía para doar seu dinheiro aos apóstolos, como conta Lucas nos Atos. Assim era Barnabé, homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé, segundo narram as Sagradas Escrituras.
Ele era da tribo de Levi e veio ao mundo na ilha de Chipre. Foi ali que estudou, na companhia de Paulo, com o célebre mestre Gamaliel, com quem aprendeu a firmeza de caráter, as ciências e as virtudes. Chamava-se José e, quando foi admitido entre os apóstolos, recebeu o nome de Barnabé, que significa "filho da consolação", devido ao seu maravilhoso dom de acalmar e de consolar os aflitos. No quarto capítulo do Ato dos Apóstolos, Barnabé também é chamado de o "filho da exortação".
Foi pelas mãos de Barnabé que Paulo de Tarso, o terrível perseguidor dos cristãos, ingressou nos círculos judeo-cristãos, sendo apresentado a Pedro, Tiago e aos fiéis de Jerusalém depois de sua conversão. Barnabé também o acompanhou em sua primeira viagem apostólica e foram parceiros na grande obra de conversão realizada em Antioquia, onde estabeleceram e firmaram a primeira comunidade a chamar de cristãos aos fiéis seguidores de Cristo. Depois, aos dois se juntou João Marcos, e viajaram por Salamina, Patos, Chipre, Panfília, Pisídia, Icônio e Listra, pregando e realizando milagres como testemunho da presença do Espírito Santo.
Todo esse trabalho foi reconhecido pelo Concílio de Jerusalém, bem como o trabalho que realizou depois de passar a pregar separado de João Marcos e de Paulo, deste último por decisão pessoal, após uma divergência. Barnabé estava em Chipre quando foi martirizado no ano 61.
Segundo uma antiga tradição, Barnabé pregava na sinagoga da Salamina quando foi interrompido por uma multidão de judeus fanáticos. O apóstolo foi seqüestrado, levado para fora da cidade e apedrejado. Entretanto existe uma outra, tão antiga quanto esta, que narra Barnabé pregando em Alexandria e em Roma, e que diz, ainda, que teria sido consagrado o primeiro bispo de Milão, cidade que o tem como seu padroeiro até hoje.
Fonte: Paulinas em 2015

São Barnabé

São Barnabé segundo fontes antigas nos referem que Barnabé, chamado apóstolo pelos próprios Atos, embora não pertencesse aos Doze, teria sido um dos setenta discípulos de que fala o Evangelho. Como São Paulo Apóstolo, foi discípulo de Gamaliel: "José a quem os apóstolos haviam dado o cognome de Barnabé, que quer dizer "filho da consolação", era um levita originário de Chipre. Sendo proprietário de um campo, vendeu-o e trouxe o dinheiro, depositando-o aos pés dos apóstolos" (atos dos Apóstolos 4.36-37).
Foi a figura de primeira grandeza na fervorosa comunidade cristã, que floresceu em Jerusalém após o dia de Pentecostes. Barnabé era muito considerado entre os Apóstolos, que o escolheram para a evangelização de Antioquia. É o homem das felizes intuições. Em Antioquia percebeu que aquele era o terreno preparado para receber a palavra de Deus. Foi a Jerusalém relatar isso e pedir para levar consigo o recém-convertido Saulo. Começou assim a extraordinária dupla.
Saulo que desde então preferia ser chamado com o nome romano de Paulo e Barnabé, contentes por terem aberto o caminho para o anúncio do Evangelho entre os pagãos, partiram para outras incumbências. Começaram por Chipre, pátria de Barnabé, que havia levado consigo o jovem primo João Marcos, o futuro evangelista. Depois continuaram seguindo a mais arriscada viagem missionária, Paulo achou melhor separar-se de Barnabé, que ficou em Chipre. Paulo e Barnabé, duas personalidades diferentes, que se completavam reciprocamente.
Não temos notícias dele depois da separação de Paulo. Escritos apócrifos falam de uma viagem sua a Roma e do seu martírio acontecido mais ou menos no ano 70, em Salamina, pelas mãos dos judeus da diáspora, que o teriam apedrejado.
São Barnabé
NascimentoNo séc. I
Local nascimentoChipre
OrdemApóstolo
Local vidaChipre e Milão
EspiritualidadeApesar de que São Barnabé não tenha sido um dos doze eleitos por Jesus Cristo, é considerado Apóstolo por aqueles primeiros padres da Igreja, mesmo por São Lucas, por causa de a missão especial que lhe confiou o Espírito Santo e sua ativa tarefa apostólica. Barnabé era um judeu da tribo de Levi, nascera em Chipre; seu nome original era a José, porém os Apóstolos o trocaram ao de Barnabé que significa 'homem esforçado'. É mencionado nas Sagradas Escrituras, no quarto capítulo dos Atos dos Apóstolos; menciona-se a venda de suas propriedades. O Santo foi eleito para levar o Evangelho a Antioquia,instruir e orientar aos neófitos. Para esta missão obteve a cooperação de São Paulo. Os dois pregadores obtiveram grande êxito; a Antioquia converteu-se em um grande centro de evangelização e foi ali onde, pela primeira vez, deu-se o nome de Cristãos aos fiéis seguidores de Cristo. Tempo mais tarde, foi lhe dada uma nova missão e partiram para cumpri-la, acompanhados por João Marcos. Primeiro se trasladaram a Seleucia e depois a Salamina, em Chipre. Logo após chegarem a Pafos, onde converteram o procônsul romano Sergio Paulo, navegaram até Perga em Pamfilia, onde João Marcos os abandonou. Em Iconium, em Licaônia, estiveram a ponto de morrer apedrejados. Em Listra, São Paulo curou milagrosamente a um paralítico e os habitantes pagãos os confundiram com a "deuses". De regresso a Antioquia passaram por todas as cidades que haviam visitado para confirmar e ordenar presbíteros. Surgiram certas diferenças entre São Paulo e São Barnabé, pelo que se decidiram separar. São Barnabé partiu então para Chipre, acompanhado de João Marcos, para visitar as igrejas que ali haviam fundado. Ao redor do ano 60 ou 61, São Barnabé já havia falecido. Diz-se que foi apedrejado até morrer em Salamina.Outra tradição no-lo apresenta como pregador em Alexandria e em Roma e além disso como primeiro bispo de Milão.
Local morteSalamina (Chipre)
MorteNo ano 60/61
Fonte informaçãoNosso santo de cada dia, rogai por nós
OraçãoSanto Apóstolo, Barnabé, que fostes eleito a levar o Evangelho a Antioquia e orientar os neófitos, tendo a cooperação de são Paulo e posteriormente de Marcos em Salamina e em tantos outros lugares, vós que fostes o primeiro bispo de Milão, que morrestes apedrejado por pagãos impiedosos, volvei o vosso olhar a nós e a todos os apóstolos da Igreja, para que servindo ao Evangelho, possam encontrar a fortaleza necessária para nunca se desanimar. Olhai para as pedras que se encontram em nosso caminho, pois elas vos apressaram vosso encontro com Deus: que as nossas nos levem à santidade também, aceitando-as nos sofrimentos, com brandura e paciência. Por Cristo Nosso Senhor. Amém.
DevoçãoÀ evangelização a custa da própria vida
PadroeiroDo Chipre
Outros Santos do diaFelix e Fortunato (Irmãos mártires); Hugo (Abade); Bettário (er); Parísio (monge); Remberto, Apolo (bispos); Aleixo, Aleida, Alícia, Amável, André, João, Eraclambo e Teófilo (cfs).
Fonte: ASJ em 2015

Nenhum comentário:

Postar um comentário